Agosto das Mudanças

[Sinologia Portuguesa]

ANA CRISTINA ALVES

blog.udn.com/jadechen123/1272424

O título tem um sabor a Clássico das Mutações (yi jing 《易經》), o que é normal dado o período do ano: estamos em Agosto, um mês particularmente quente e húmido, sobretudo no Sul da China. Em Agosto as essências feminina (yin陰) e masculina (yang陽) misturam-se com mais apetência e vigor, a fazer fé na verdade poética das palavras de Tian Yuan (田原), exposta num longo hino ao “mês oito”, do qual retenho apenas o que do ponto de vista filosófico é essencial: os versos iniciais e finais do poema.

八月

八月是爆炸的星星

它恆久的光芒和熱在地表上泯滅

八月是一隻沉船

在水底被水草簇擁成魚兒們的宮殿

八月是一隻瘋狗

它咬斷繩子跳越墻的地上

在陽光無遮無攔狂咬

(…)

八月是情欲氾濫的季節

八月是黃昏在河裡裸泳夜晚在涼席上裡睡的處女

八月是時間與時間、季節與季節的水嶺

(2006: 132)

Agosto

O mês de Agosto é a explosão das estrelas

tendo sido apagados o seu brilho e calor na terra

O mês de Agosto é um barco naufragado no mar

tornado num palácio rodeado por peixes e algas

O mês de Agosto é um cão enlouquecido

que mordeu as amarras e saltou o muro

ladrando ao sol nu

(…)

O mês de Agosto é a estação plena de paixão sexual

O mês de Agosto é a virgem adormecida na esteira depois de nua nadar no rio

O mês de Agosto demarca o tempo do tempo

e a estação da estação

Tian Yuan (1965) é um poeta e investigador sensível aos ritmos naturais. Agosto é um tempo especialmente lento no Sudeste Asiático, porque as pressas e sobressaltos ficam todos a cargo dos tufões. A natureza, incluindo a nossa física, aproveita os intervalos das tempestades para se expandir em harmonia com a brisa suave que se levanta ao entardecer.

Agosto prepara a mudança para um novo ano. É uma suspensão no tempo normal dos múltiplos trabalhos e afazeres, que proporciona a concentração e a atenção ao corpo. Daí Tian Yuan nomear Agosto a “estação sexual.”

Em Setembro regressa o tempo do costume, dos grandes planos, das macro e micro estratégias, do estudo e investigação intensivas para melhorar ou piorar o mundo em que vivemos.

Agora reina a lentidão, depois virá a correria habitual. E quem trabalha em Agosto? Rema contra a corrente. Tem sono, cabeceia, arrasta o corpo, porque enfim contraria a natureza.

Nem só de prazer vive o homem, e muito menos a mulher, mas na estação do dito, contrariá-lo é quase um pecado capital.

Embalada pelo poema e pelo final ameno deste dia de Agosto, constato que os chineses voltaram a estar mais atentos aos ritmos naturais, e a atenção já começa a extrapolar o mundo poético. Os mais jovens preocupam-se seriamente com a qualidade de vida. E muitos escolhem como modelo existencial os nossos ritmos europeus.

Eles continuam a viver na Ásia, melhor dizendo na China, mas os seus sonhos levam-nos a viagens literárias pelas Américas, do Norte e do Sul, por África e pela Europa, como pude constatar pelos trabalhos pedidos a uma das minhas turmas de Mestrado. O tema eram as viagens, realizadas por escritores chineses, que eles consideravam dignas de registo.

Na Europa destacaram o suave fluir da vida: da Grécia, a indolência que consideraram muitíssimo salutar. Mas também louvaram a lentidão de certas cidades do sul da Europa, por exemplo as italianas, que cultivam um modo de vida propositadamente calmo, donde são excluídas muitas fontes de poluição, tais como veículos a gasolina.

Os jovens estão a mudar na China e não resisto a terminar com uma passagem da literatura de viagens que uma das minhas alunas, Rui Mengqing (芮梦晴), escolheu ao traduzir de Chen Jade Y. (陈玉慧), um artigo intitulado: A nova filosofia em cidades europeias: Lentidão (欧洲城市新哲学)

Em certas pequenas cidades europeias nasceu silenciosamente uma nova filosofia urbana, cujo nome é: lentidão. Após o lançamento de slow food na Itália há muitos anos, o movimento de cittaslow está em ascensão gradual. Ainda com origem na Itália, cittaslow é a versão avançada de slow food. Atualmente, 42 cidades italianas já se declaram cidades lentas, enquanto mais de uma dúzia de cidades de países europeus como a Polónia, Portugal, a Alemanha, França, e Inglaterra também se incluem nesta filosofia. Já surgiram cidades lentas até em países do Extremo Oriente, por exemplo no Japão e na Coreia do Sul. A maioria destas cidades europeias constitui vilas da idade média, possuindo apenas dezenas de milhares de habitantes.

(新的城市哲学悄然在欧洲一些小城里诞生,这套哲学叫做:慢。继多年在意大利发起的慢食文化后,慢城运动也逐渐兴起。慢城运动是慢食主义的发扬光大,发源地仍然在意大利,目前在当地已有四十二个城市宣称是慢城,而全欧境内,包括波兰、葡萄牙、德国、法国英国已有数十几个城市加入,甚至在远东的日本及韩国也有慢城。欧洲的慢城多半是中古世纪的小城,人口只有几万人之谱。)

Se os jovens chineses estão de facto a mudar é previsível que se verifique um abrandamento do crescimento económico na China, para além do que já está a suceder em Macau e em muitas outras zonas chinesas, sendo o resultado duma transformação de mentalidades na juventude conquistada pelo ritmo de Agosto.

Bibliografia

Sá Cunha, Luís (Coord.) 2006. Poetas e Poemas. Vozes Poéticas Contemporâneas da Lusofonia e da China. Trad. Yao Feng e Jenny Lao, Macau: Instituto Internacional de Macau, Fundação Jorge Álvares e Centro Nacional de Cultura

陈玉慧, http://blog.udn.com/jadechen123/1272424

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s