Discurso de Zorro

Sandra Lobo Pimentel

Acredito que seja mais fácil ser a favor da proibição do tabaco do que vir a terreiro dizer o contrário. E talvez seja confundível com um certo proteccionismo ao capitalismo dos grandes casinos ou ao negócio do jogo, mas cada um vê o que entende nas palavras e nas intenções dos outros. O que sei é que se quisermos manter a questão no campo da simplicidade, as proibições devem cingir-se ao óbvio. Tudo o resto é perigoso, precipitado e, para mim, absolutamente ridículo.

Já foi dito e repetido: se a preocupação das entidades públicas é a saúde da população, então vamos esperar que o tabaco seja abolido por completo. Deixamos simplesmente de poder comprar tabaco em Macau. Se quisermos ser fumadores vamos fumar para outro lado. Sim. Isso mesmo. Faça as malas e vá para outro lugar, que Macau é uma terra de saúde.

Vamos instar o Governo a proibir que se fume dentro da própria casa, que tal? Engraçado como o Governo ainda nada fez para proibir o fumo de escape das carrinhas a cair de podre que circulam nas estradas, ou mesmo dos autocarros que cumprem o serviço público de transporte e que tantas vezes nos brindam com um fumo bem negro.

E será que o Governo vai proibir o trânsito na Rua do Campo, seguramente, a rua mais irrespirável de Macau, ou não daria muito jeito? Começamos a cair no ridículo com este discurso de Zorro, a mentalidade da defesa dos fracos e oprimidos encapotada, ainda por cima.

Relativamente ao caso concreto dos casinos, a medida de cingir o fumo às salas construídas para o efeito foi sensata e, aliás, uma medida vulgarizada em várias partes do mundo. E depois de construídas, depois do dinheiro gasto (não interessa se muito ou pouco, ou se por quem pode ou não pode), vem o Governo dizer que tudo aquilo tem como destino o lixo, porque, afinal, vai proibir por completo o fumo. É uma ode ao desperdício.

E a pressão que se vai sentindo e ouvindo por parte das operadoras é mais do que natural. Ou o resto das pessoas também não reclama quando está prestes a ver ser aprovada uma medida que as prejudica? Onde se descobre falta de legitimidade de Francis Liu e companhia para vir dizer que não concorda com a proibição total do fumo? Não pode? Por que motivo?

E vem o Governo, na pessoa do secretário Alexis Tam, mostrar intransigência quanto ao tema, o que também não consigo entender. Não sei se é totalmente líquido que a medida possa piorar ainda mais a situação das receitas, mas não me parece que ajude, pelos menos no que toca aos jogadores fumadores… essa corja da sociedade.

Já agora, o jogo também faz mal à saúde, para quando o anúncio de que as concessões com as operadoras não serão renovadas? Mas depende da saúde de que se fala e de quem se fala… está visto.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s