Eddie “Milhões”

Pedro Galinha

Está confirmado aquilo que já devia estar confirmadíssimo há muito. O ateliê de Eddie Wong será responsável pela concepção do projecto do Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas e, em troca, vai receber mais de 235 milhões de patacas.

O anúncio surgiu na segunda-feira, em Boletim Oficial, através de um despacho do Chefe do Executivo. Chui Sai On deu luz verde para que o arquitecto, que é também membro do Conselho Executivo e delegado de Macau à Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, seja o responsável pela criação de uma das infra-estruturas mais aguardadas no território.

Confesso que o nome de Eddie Wong não foi dos primeiros que retive quando aqui cheguei. Mas o tempo, a agenda e umas quantas pesquisas sugestivas onde era colocada a palavra “milhões” fizeram com que ficasse no meu caminho.

O arquitecto tem sido um dos escolhidos para trabalhar na concepção e manutenção de infra-estruturas na área da saúde. São os casos da alteração e alargamento do Centro de Recuperação de Doenças Infecciosas, no Alto da Montanha de Coloane (61,9 milhões de patacas), da elaboração do projecto e fiscalização de empreitada de reparação das paredes exteriores do Centro Hospitalar Conde de São Januário (4,5 milhões de patacas) e da ampliação da mesma unidade (12,6 milhões de patacas).

Esta última obra prossegue nos dias de hoje e o facto de o projecto ter sido adjudicado sem concurso público gerou críticas na Assembleia Legislativa. O deputado Au Kam San, em interpelação escrita datada de Novembro de 2009, até recordava que isso já tinha acontecido noutro caso, mais concretamente no ajuste directo ao ateliê de Eddie Wong para a elaboração do projecto de um centro de doenças infecto-contagiosas (30 milhões de patacas).

A infra-estrutura acabou por não sair do papel devido à localização proposta, mas os sinais estavam dados e, agora, repetem-se com a concepção do projecto referente ao Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas.

Os Serviços de Saúde de Macau garantiram ao Jornal Tribuna de Macau que consultaram três propostas de gabinetes de arquitectura, antes de tomarem a decisão final. Mas não revelaram quais foram os valores dos orçamentos apresentados.

Péssima forma de comunicar e secretismos à parte, o que é certo é que Eddie Wong rima com milhões. E cá estaremos para ver se, na próxima legislatura, a Assembleia Legislativa vai questionar o Governo sobre mais um projecto arquitectónico adjudicado sem concurso público, que obriga-me a um esforço complementar de compreensão por ter tantos números juntos.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s